Servidores protestam contra pacote de austeridade fiscal enviado à Alerj

Servidores protestam contra pacote de austeridade fiscal enviado à Alerj

Entidades e sindicatos tentam modificar propostas que podem atingir os direitos dos servidores

Na tarde de ontem (14/09), o Fórum Permanente dos Servidores do Estado (Fosperj), que reúne entidades que representam diversas categorias do funcionalismo fluminense, realizou um ato na entrada da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) para protestar contra o pacote de austeridade fiscal enviado à Alerj pelo governo Cláudio Castro. Servidores e instituições ligadas à saúde também estiveram presentes.

As medidas compões uma série de cláusulas a serem seguidas para que o estado do RJ permaneça no Regime de Recuperação Fiscal (RRF). Dentre os pontos de discordância entre o governo e os servidores estão a extinção do adicional por tempo de serviço, extinção dos triênios, regra de transição para a aposentadoria dos atuais servidores e nova idade mínima para os novos servidores.

Hoje, chegam para o ato PMs, policiais civis, policiais penais e bombeiros, na parte da manhã, para também protestarem contra as reformas. A Alerj continua analisando o pacote e não há previsão para o término das discussões. A tropa de choque da Polícia Militar, seguranças da casa legislativa e policiais civis cercam o novo prédio da Assembleia, localizado na Rua da Ajuda, 37 – Centro, Rio de Janeiro, em frente ao Buraco do Lume. O prédio também faz esquina com a Rua México. Diversas barreiras estão montadas na região.

Daniel Spirin Reynaldo/Ascom CES-RJ

Geral