Diesat convoca para oficina de Formação de Atores Multiplicadores para Atuação do Controle Social em Saúde da Trabalhadora e do Trabalhador

Diesat convoca para oficina de Formação de Atores Multiplicadores para Atuação do Controle Social em Saúde da Trabalhadora e do Trabalhador

Rio de Janeiro recebe oficina nos dias 08, 09 e 10 de setembro; saiba como se inscrever

No Diesat:

Em meio ao contexto sanitário de pandemia, perda dos direitos trabalhistas e sociais e expressivos acidentes e adoecimentos da classe trabalhadora, faz-se necessário um Controle Social e uma participação social preparado para as ações de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora. A Formação de Atores Multiplicadores para Atuação do Controle Social em Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora se apresenta em contribuição ao aprimoramento dos territórios à altura dos desafios da nossa sociedade.

REINVIDICAÇÃO

As CISTTs, enquanto instrumento do Controle Social, são essenciais no cenário das políticas públicas no Brasil. A capacitação dos membros e atores envolvidos no Controle Social da Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora é uma demanda urgente, reafirmada na 15ª Conferência Nacional de Saúde e pela 16ª Conferência Nacional de Saúde. Visa contribuir para os avanços significativos no desempenho dos seus respectivos papéis.

OBJETIVO

A Formação de Atores Multiplicadores do Controle Social em Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora, visa desenvolver ações para formar e qualificar a atuação dos agentes para responder às demandas em Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora, abordando em suas práticas a relação entre produção, ambiente e saúde. Ressaltamos o trabalho e os processos produtivos como elementos da determinação social do processo saúde-doença, expressando o conflito capital e trabalho para, assim, atualizar a reflexão e a análise dos processos de trabalho e facilitar a identificação de problemas e a elaboração de estratégias de combate.

PÚBLICO

A participação da comunidade e do Controle Social, (incluindo grupos de trabalhadores e trabalhadoras em situação de risco) nos programas de capacitação e educação permanente é um importante mecanismo de protagonismo para as ações de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora como ressaltado no artigo 9º da Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora – PNSTT.

MÉTODO

Propõem-se o método de aprendizagem ativa, numa abordagem pedagógica na qual a aula expositiva passa da aprendizagem grupal para a aprendizagem individual, interativa e dinâmica, no qual o facilitador guia na aplicação dos conceitos e dos instrumentos técnicos operativos. O papel dos participantes é ressignificado, incentivando a leitura conjunta do conteúdo, iniciando assim, uma cultura de autoaprendizagem contínua para a multiplicação em locais, instituições e parceiros que se relacionam com os participantes.

INSCRIÇÃO, PROGRAMAÇÃO E CONTEÚDO DE APOIO ATRAVÉS DESTE LINK

Conferências, Seminários, Simpósios, Oficinas