Em junho, CES-RJ realiza Seminário Estadual Sobre a Atenção à Saúde da População LGBTI+

A população brasileira geralmente enfrenta dificuldades no atendimento em saúde equitativo e integral, embora o SUS ainda seja a via principal de acesso à saúde pública. Neste sentido, uma parcela dos brasileiros, constituída por lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, intersexo (LGBTI+), além dessas dificuldades, sofre ainda com constrangimentos variados, além de problemas para que suas demandas específicas sejam atendidas.

Ciente do desafio e da importância que é tratar de um tema tão relevante e atual, o Conselho Estadual de Saúde do Rio de Janeiro realiza no dia 9 de junho de 2021 o Seminário Estadual sobre a atenção à saúde da população LGBTI+, trazendo para o debate representantes da Secretaria de Estado de Saúde, representantes de ONGs, profissionais de saúde e representantes de entidades de defesa dos direitos dessa população.

Em pauta, estará a busca pela equidade da atenção em saúde para a população LGBTI+ e a voz do Controle Social.

O seminário será transmitido ao vivo na página oficial do CES-RJ no Facebook e o público poderá interagir em tempo real com os palestrantes no envio de perguntas.

Confira a seguir a programação completa, com os palestrantes:

Seminário Estadual Sobre a Atenção à Saúde da População LGBTI+

 Dia: 09 de junho de 2021, das 14h às 17h

14:00 Mesa de Abertura

  • Karen Athié, representante do secretário de estado de saúde, superintedente de Atenção Psicossocial e Populações em Situação de Vulnerabilidade
  • Martha Rocha, presidente da Comissão de Saúde da Alerj ou representante (Tiago Veras Valles)
  • Coordenadora da Comissão da Educação Permanente do Conselho Estadual de Saúde, Zaira da Costa.
  • Apresentação da Comissão de Educação Permanente do CES-RJ.

Mesa 1:  Tema: A Busca pela Equidade da Atenção em Saúde para população LGBTI+   

1º Palestrante: Celso de Moraes Vergne, Coordenação de Equidade e Populações Específicas, Superintendência de Atenção Psicossocial e Populações em Situação de Vulnerabilidade.

2º Palestrante:  Maria Cristina D’Almeida Marques – psicóloga, especializada em Gênero e Sexualidade, mestre em Psicologia Social, Coordenação de Equidade e Populações Específicas, Superintendência de Atenção Psicossocial e Populações em Situação de Vulnerabilidade

3º Palestrante: Ernane Alexandre Pereira, superintendente de Políticas LGBTI+ da SEDSODH, mestre em Educação, Cultura e Comunicação em Periferias Urbanas – UERJ/FEBF, especialista em Gênero e Sexualidade – UERJ – Lidis; especialista em Direito e Saúde – DIHS/Fiocruz, especialista em Movimentos Sociais – UFRJ/NEPP, especialista em Promoção da Saúde e Desenvolvimento Social – ENSP/Fiocruz, pós-graduado em Direito do Trabalho e Previdência – UCAM, bacharel em Direito – Unigranrio.

4º Palestrante: Daniela Murta, psicóloga, doutora em Saúde Coletiva IMS/UERJ, pós-doutora em Bioética, Ética Aplica e Saúde Coletiva (PPGBIOS), docente em Psicologia e Medicina (Universidade Estácio), assessora técnica CEDS Rio.

5º Palestrante: Amiel Modesto Vieira, coordenador de Políticas Intersexo no IBrati e Instituto Semear, doutorando em Bioética pela UFRJ, co-fundador da ABrai (Associação Brasileira de Pessoas Intersexo).

6º Palestrante: Elizeu Ramos do Nascimento, psicólogo, atuando na Atenção Básica no Frade, Angra dos Reis e em Caieiras, na Região Metropolitana de São Paulo.  

7º Palestrante: Georgia Cordeiro, assistente social – especialista em Saúde do Trabalhador e Violência em Saúde, mestranda do Mestrado em Direitos Humanos, Justiça e Saúde: Gênero e Sexualidade – DIHS/ENSP/FIOCRUZ, Coordenação de Equidade e Populações Específicas, Superintendência de Atenção Psicossocial e Populações em Situação de Vulnerabilidade

 Mesa 2:  Tema:  A Busca pela Equidade da Atenção em Saúde para população LGBTI+: A voz do controle social.

1º Palestrante:  Rosangela Castro, Coordenação Regional Sudeste, diretora geral da ONG Felipa de Sousa e coordenadora regional da Associação Brasileira de Lésbicas.

2º Palestrante: Marcos Moreira Leite, vice-presidente do Grupo Pela Vidda RJ, conselheiro nacional de direitos humanos e conselheiro municipal de saúde.

3º Palestrante: Jordhan Lessa de Faria, coordenador Sudeste/Setorial Maricá e responsável pela Coordenadoria de Insterseccionalidades (envelhecimento) do IBrat – Instituto Brasileiro de Transmasculinidades, membro fundador da Liga Transmasculina, Carioca João W. Nery e coordenador Sudeste da RENOSP – Rede Nacional de Operadores de Segurança Pública LGBTI.

4º Palestrante:  Maria Eduarda, advogada, Presidenta do Grupo pela Vidda Rj, conselheira estadual de saúde

Mesa de Debate

Encerramento: Após debate, diante das perguntas/propostas será elaborado um documento para enviar a todas as pessoas que participaram. Haverá certificado.

Momento Cultural: Jéssica Sodré – ABL, com o vídeo ‘Tendinite”, da Coletiva Garagem.

Local:  Transmissão ao vivo pelo na página oficial do CES-RJ no Facebook, através do aplicativo Zoom Meetings.

Daniel Spirin Reynaldo/Ascom CES-RJ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s