Nota do CES-RJ contra a demissão de 450 contratados temporários dos hospitais federais do Rio de Janeiro

Nota do CES-RJ contra a demissão de 450 contratados temporários dos hospitais federais do Rio de Janeiro

O Conselho Estadual de Saúde do Estado do Rio de Janeiro vem a público se posicionar contra as 450 demissões dos contratados temporários dos hospitais federais do Rio de Janeiro.

As demissões dos trabalhadores são injustificáveis neste grave quadro em que se encontra a rede ederal no estado, em razão do enorme déficit de pessoal, o que vem limitando a prestação de serviços à sociedade.

Em um momento em que os números de óbitos apontam a ascensão da curva de contágio, todo dia superando o dia anterior, demonstrando ainda um forte avanço da doença em nosso país, o Rio de Janeiro ostenta a infeliz posição de 2° estado em número de óbitos.

Assim sendo, apontamos a necessidade dos atuais contratos temporários, bem como, da realização de concursos públicos para a recomposição da força de trabalho das unidades da rede federal para que possam cumprir a sua missão em consonância com os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS).

ALEXANDRE VASILENKAS

Presidente do Conselho Estadual de Saúde.

Rio de Janeiro, 09 de junho de 2020

Notícias em Saúde