Pandemia

Óbitos chegam a 1.473 em 24h e Brasil ultrapassa Itália em número de vítimas fatais da Covid-19

Transporte público teve terminais e coletivos cheios no primeiro dia de flexibilização no isolamento, na capital do Rio

Dados do Ministério da Saúde divulgados agora à noite mostram que 1.473 pessoas morreram nas últimas 24 horas vítimas do novo coronavírus. Este resultado colocou o Brasil na terceira posição mundial em número de vítimas fatais da doença, ultrapassando a Itália.

Ao todo, o país já contabiliza 34.021 óbitos. Os dados apontam, pelo terceiro dia consecutivo, o maior número alcançado no período. O índice supera a alta de ontem, quando foram registrados 1.349 óbitos.

A Itália, que no mês passado viu a curva de casos e óbitos diminuir após um severo isolamento social, registra até o momento 33.682 mortos por Covid-19. O Brasil está atrás apenas do Reino Unido (39.987) e Estados Unidos (107.474), segundo ranking da Universidade John Hopkins.

Estes números, que já são alarmantes, podem ser ainda maiores. Segundo especialistas, as subnotificações no Brasil, causadas principalmente pela falta de testagem em massa na população, preocupa as autoridades estaduais de saúde. Segundo estimativa do grupo Covid-19 Brasil, o país tem hoje quase “11 vezes mais casos de Covid-19 do que o oficialmente registrado, um grau de subnotificação que, junto com outros indicadores ruins, como o crescente número de mortes, pode inviabilizar a reabertura segura da economia”.

Rio inicia reabertura em meio aos números crescentes de contágios e mortes

O estado do Rio de Janeiro teve novo recorde de mortes em 24 horas no dia de ontem, com o número de mortes ultrapassando 6 mil vítimas. Hoje, os óbitos se aproximaram do recorde do dia anterior, com 317 vítimas. A SES registra, até esta quinta-feira (04/06), 60.932 casos confirmados e 6.327 óbitos por novo coronavírus (Covid-19) no estado.

Mesmo com o número crescente de pessoas infectadas e recordes diários de casos fatais da doença, a prefeitura do Rio iniciou hoje a reabertura gradual de algumas atividades econômicas e a liberação ao trabalho de cerca de 10.000 ambulantes. Já o governo do estado anunciou que haverá uma reabertura a partir da próxima semana. A declaração feita pelo governador Wilson Witzel aponta que os hospitais que foram passados para o estado, e que já estão atendendo pacientes com a Covid-19, permitirão a retomada das atividades econômicas.

Brasil completa 100 dias de Covid-19 com maior curva ascendente entre todos os países

Uma pesquisa da faculdade de medicina de Ribeirão Preto da USP, mostra que o Brasil foi o único país que manteve o crescimento no número de casos e mortes depois de 50 dias de pandemia.

O Brasil alcançou nesta quinta-feira 100 dias desde que foi registrado o primeiro caso de novo coronavírus, confirmado pelo Ministério da Saúde no dia 26 de fevereiro. Desde então, “a curva de crescimento de infectados e óbitos no país avança em níveis assustadores, o que preocupa a população e exige ações ainda mais concretas, num momento em que o poder público começar liberar gradualmente as atividades econômicas”.

Gráfico mostra que curva no Brasil vem crescendo desde o primeiro caso, enquanto outros países se mantêm estabilizados (foto: Reprodução/USP)

Saiba mais:

Não é hora de relaxar isolamento social no Rio, diz Fiocruz

Brasil ainda não chegou ao pior da pandemia, diz OMS

São Paulo e Rio são as cidades com mais mortos por Covid-19 na América Latina

Primeira plenária virtual do CES-RJ discute a situação do Rio de Janeiro no cenário do coronavírus

Rio registra aumento em movimento nos transportes após flexibilização de isolamento

Daniel Spirin Reynaldo/Ascom CES-RJ

Categorias:Pandemia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s