Coronavírus

Witzel prorroga medidas restritivas no estado até o dia 5 de junho; Crivella flexibiliza isolamento partir de hoje

transito

Grande movimentação no pedágio da Linha Amarela na manhã desta terça – Reginaldo Pimenta/Agência O DIA

 

Determinações de isolamento no estado continuam valendo durante esta semana; cidade do Rio teve reabertura gradual hoje

Rio – O governador Wilson Witzel determinou, em decreto publicado na edição do Diário Oficial desta terça-feira, a prorrogação, até o dia 5 de junho, das medidas de prevenção e enfrentamento à propagação do novo coronavírus no estado do Rio de Janeiro. As determinações de isolamento continuam valendo durante esta semana e as forças de segurança pública seguem auxiliando as ações das prefeituras. Nos próximos dias, o governo vai acompanhar o mapa de incidência de evolução da doença para começar a definir um cronograma de flexibilização gradual.

Ficam mantidas medidas como o fechamento de escolas públicas e privadas, creches e instituições de ensino superior e a suspensão da realização de eventos esportivos, culturais, shows, feiras científicas, entre outros, em local aberto ou fechado. Também continua suspenso o funcionamento de cinemas, teatros e afins. Academias, centros de lazer e esportivos e shoppings também devem ficar fechados. Permanece a recomendação para que a população fluminense não frequente praias, lagoas, rios e piscinas públicas e clubes.

Somente serviços essenciais devem permanecer funcionando, seguindo todas as medidas de segurança para evitar aglomerações, além do cumprimento do distanciamento entre as pessoas. Em caso de descumprimento das medidas previstas, as autoridades competentes deverão apurar as eventuais práticas de infrações administrativas e crimes previstos. Os demais tipos de comércio terão que realizar atendimento em domicílio.

Crivella flexibiliza medidas na capital a partir de hoje
Mesmo com os alertas de especialistas e até da Organização Mundial da Saúde (OMS), de que o Brasil ainda não atingiu o pico da pandemia, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, iniciou hoje a flexibilização das medidas de isolamento adotadas para o combate ao novo coronavírus. O plano de reabertura das atividades econômicas será dividido em seis fases. A previsão de duração de cada etapa é de 15 dias, no caso de a curva de contaminações e mortes por covid-19 se mantiver estável.
31mai2020---movimentacao-intensa-no-calcadao-da-praia-de-ipanema-1591030096676_v2_900x506

Movimentação intensa no calçadão da praia de Ipanema no último domingo. Imagem: ELLAN LUSTOSA/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO

Na primeira fase, que se inicia hoje, lojas de decoração, móveis e concessionárias podem reabrir, assim como templos religiosos. Estão permitidas também atividades no calçadão da orla e aquáticas (o que, segundo a prefeitura, não inclui banho de mar). Parques estarão abertos somente para atividades físicas; e centros de treinamentos esportivos podem reabrir, mas com restrições.

Segundo Crivella, há ações em conjunto com o estado. A prefeitura vai receber, esta semana, mais respiradores e equipamentos vindos da China e, como anteriormente, poderá ceder à rede estadual. Todos os setores econômicos que não seguirem os critérios e as regras de convívio para a reabertura serão multados pela Vigilância Sanitária e órgãos fiscalizadores da prefeitura, podendo até ter alvará de funcionamento cassado.

Categorias:Coronavírus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s