Saúde do trabalhador

Dia mundial em memória das vítimas de acidentes de trabalho

A Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (CISTT) do Conselho Estadual de Saúde e a Comissão Executiva do CES-RJ vem lembrar a todos e todas os (as) trabalhadores (as) que hoje, dia 28 de abril, se destaca o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes do Trabalho.

A data foi escolhida em devido a um acidente que resultou na morte de 78 trabalhadores em uma mina no estado da Virgínia, Estados Unidos, em 1969.

Com o objetivo de gerar reflexão sobre a segurança e saúde do trabalhador, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) “instituiu, desde 2003, o dia 28 de abril como o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trabalho. No Brasil, a data só foi estabelecida pela Lei nº 11.121, de maio de 2005”.

“A data foi criada mais como um alerta, tendo em vista que milhões de vidas são ceifadas anualmente em decorrência de acidentes do trabalho, ou de doenças ocupacionais, o que poderia ser evitado, caso houvesse uma cultura de prevenção efetiva. Analisando o cenário nacional, pode-se afirmar que a situação é preocupante, visto a quantidade de acidentes que ocorreram recentemente, como as tragédias das barragens de Mariana e Brumadinho, não esquecendo do acidente da Boate Kiss, que tirou a vida de diversos trabalhadores e deixou tantos outros hospitalizados. Além desses casos, de grande impacto na mídia, muitas pessoas morrem diariamente nos seus locais de trabalho, sem a devida repercussão na imprensa.

Neste panorama, o dia 28 de abril serve como uma homenagem a todos aqueles que se acidentaram ou adoeceram, fatalmente ou não, no exercício de suas atividades profissionais mas, principalmente, deve ser um incentivo para que a sociedade se mobilize em benefício da saúde e da segurança dos seus trabalhadores. Eventos em todo o mundo são realizados para estimular a conscientização dos trabalhadores, empregadores e instituições que fazem parte do mundo do trabalho. E assim, o que era lembrado como um dia de luto pela morte de tantos trabalhadores, passou a ser reconhecido como um dia de luta pela vida, uma data em defesa do trabalho decente, seguro e saudável.

É possível constatar uma evolução no Brasil na redução de ocorrências de acidentes do trabalho e doenças ocupacionais, mas ainda assim ocupamos o quarto lugar no mundo nessa estatística, não havendo, portanto, motivo para comemoração. Nesse sentido, em decorrência das homenagens do dia 28 de abril, se instituiu que o mês de abril passaria a ser intitulado de “Abril Verde”, e o período seria utilizado para promover campanhas de conscientização sobre a importância da segurança e da saúde do trabalhador brasileiro.

Neste momento, a maior preocupação dos prevencionistas é a não proliferação da pandemia, e uma das principais medidas preventivas é o isolamento social, uma vez que é primordial proteger o ser humano. Ressalta-se, em especial, aqueles trabalhadores cujas atividades são consideradas de caráter essencial para a superação desta crise como os profissionais da saúde, os que atuam nas atividades de segurança pública e privada, jornalistas, os responsáveis por transportes de passageiros e suprimentos, serviços postais e bancários, auxiliares de serviços gerais, garis, entre inúmeras outras categorias que estão arriscando suas vidas em prol do bem comum”. 

(texto destacado de Luiz Antônio de Melo, Coordenador Técnico da Fundacentro – CRNE, Engenheiro civil e Engenheiro de Segurança do Trabalho) 

Ascom CES-RJ

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s