Ministério da Saúde institui capacitação obrigatória para profissionais de saúde no enfrentamento do novo coronavírus

Ministério da Saúde institui capacitação obrigatória para profissionais de saúde no enfrentamento do novo coronavírus

enfrentamento do novo coronavírus

O Ministério da Saúde publicou hoje (02) no Diário Oficial da União uma Portaria instituindo a ação estratégica “O Brasil Conta Comigo – Profissionais da Saúde”. Nela, os profissionais de saúde deverão passar por um curso na modalidade Ensino à Distância (EaD) de capacitação, seguindo os protocolos clínicos oficiais de enfrentamento à pandemia de covid-19.

O cadastramento dos profissionais de saúde é obrigatório e pode ser realizado pela internet. Os profissionais que preencherem o formulário serão direcionados através de link para os cursos. São considerados profissionais da área de saúde aqueles subordinados ao correspondente conselho de fiscalização das seguintes categorias profissionais: serviço social, biologia, biomedicina, educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia e terapia ocupacional, fonoaudiologia, medicina, medicina veterinária, nutrição, odontologia, psicologia e técnicos em radiologia.

A medida do governo considera a necessidade de mobilização da força de trabalho em saúde para a atuação serviços ambulatoriais e hospitalares do Sistema Único de Saúde (SUS) para responder à situação de emergência em saúde causada pelo novo coronavírus.

Os conselhos nas áreas da saúde deverão enviar ao Ministério da Saúde os dados dos seus profissionais e, por sua vez, o ministério vai identificar e informar aos conselhos os respectivos profissionais que não preencheram o cadastro ou que não concluíram os cursos.

A ação abrange as áreas de serviço social, biologia, biomedicina, educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia e terapia ocupacional, fonoaudiologia, medicina, medicina veterinária, nutrição, odontologia, psicologia e técnicos em radiologia.

Será criado, então, um cadastro geral de profissionais habilitados que poderá ser consultado por gestores federais, estaduais, distritais e municipais do SUS, em caso de necessidade, para orientar suas ações de enfrentamento à covid-19.

Ontem (1º), o Ministério da Saúde também publicou edital para o cadastro de alunos dos cursos de medicina, enfermagem, farmácia e fisioterapia para atuar no enfrentamento ao novo coronavírus no país.

Com informações Agência Brasil

Daniel Spirin Reynaldo/Ascom CES-RJ

Coronavírus