Coronavírus

Nota de repúdio do CES-RJ sobre o pronunciamento do presidente da República acerca do novo coronavírus

COMUNICADO (6)

O Brasil e o mundo se encontram às voltas de um imenso desafio de saúde pública por conta do surgimento do novo coronavírus, seus desdobramentos perigosos para o sistema de saúde e para os povos. Até o momento em que é publicizada esta nota, cerca de 450 mil pessoas em todo o planeta já foram infectadas pela covid-19 e cerca de 20 mil vieram a óbito. As curvas de contaminação do novo coronavírus continuam em ascenção e as previsões dos mais renomados institutos e pesquisadores apontam para uma contaminação em ondas em diversos países, com o surgimento de novos epicentros variando nas Américas.

Segundo a Organização Mundial da Saúde – OMS, a principal medida para conter o avanço da doença são o distanciamento social e o isolomento social a fim de interromper a cadeia de transmissão do vírus. Tal orientação está sendo seguida pelos principais países afetados pela pandemia. No Brasil, os governos estaduais não mediram esforços para baixar decretos seguindo as recomendações acima citadas para preservar vidas da população de um modo geral, além de salvaguardar o funcionamento do Sistema Único de Saúde e de seus profissionais de saúde.

Diante deste quadro, o Conselho Estadual de Saúde vem repudiar veementemente as palavras do presidente da República Jair Bolsonaro que, no dia de ontem (24.03.2020) em pronunciamento oficial, classificou a pandemia como mera “gripezinha”, minimizando os efeitos devastadores que o novo coronavírus vem gerando no país e no mundo. Como se não bastasse, Jair Bolsonaro, numa atitude temerária e irresponsável, criticou as medidas de isolamento social implementadas pelas autoridades governamentais dos estados e sugeridas pelas mais altas e qualificadas autoridades sanitárias do Brasil, insuflando a população a voltar para as ruas em meio à epidemia crescente no país, o que põe em risco todo o conjunto da sociedade. O CES-RJ entende que todos e todas tem o direito à vida e exige, por parte do Executivo Federal, postura e ações responsáveis suficiementemente efetivas para que possamos superar o novo coronavírus.

Por fim, o CES-RJ compreende que se democracia é a pedra basilar da civilização, a preservação da vida pelos governantes fundamenta todas as ações sanitárias e sociais, por mais difíceis que sejam, para que mortes evitáveis não aconteçam.

Comissão Executiva e Presidência do CES-RJ
NOTA DE REPÚDIO DO CES-RJ

Categorias:Coronavírus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s